5 formas de parar de enrolar e escrever seu livro

5 formas de parar de enrolar e escrever seu livro

Faz quanto tempo que você teve aquela ideia sensacional que motivou você a escrever um livro? Uma semana? Um mês? Um ano? Uma década? Seja lá quais foram as desculpas que você inventou para não começar a escrever até agora, chegou a hora de canalizar sua criatividade para tirar essa ideia da cabeça e começar a dar vida para sua história usano o textmachine do victor palandi.

Abaixo, 5 formas de parar de enrolar e escrever seu livro.

1. Comece fácil

Tudo o que você tem são algumas ideias mal acabadas sobre o que você quer escrever. Você ainda não tem muito claro quem são os personagens da sua história, como o enredo vai se desenvolver e muito menos como a narrativa vai terminar. Não tem problema. Não pense em tudo que você precisa fazer para completar o projeto inteiro. Pense apenas no primeiro passo que você precisa dar. Esse primeiro passo é muito simples: sente na frente do computador ou pegue papel e caneta e comece a escrever. Não racionalize, não julgue, não deixe para depois.

2. Entenda o porquê

Escrever um livro é um projeto que provoca medo e ansiedade. É por isso que você vem evitando começar. Será que essa ideia é boa mesmo? Será que eu dou conta de escrever uma história tão longa? Será que alguém vai se interessar em ler o que escrevi? Será? Será? Será? Essas inseguranças fazem parte do processo. Se elas vem paralisando você, se pergunte: Por que você quer escrever este livro? O que você acredita que tem para dizer de original sobre o tema da história? Entender suas motivações para escrever vão ajudar você a calar essa voz dentro da sua cabeça que segue tentando convencer você a desistir.

3. Foque no presente

Não seja tão duro com você mesmo. Ficar se menosprezando porque ainda não começou a escrever seu livro ou porque abandonou o projeto no meio do caminho não vai ajudar você em nada. Focar nas suas falhas e defeitos só vai fazer você sentir ainda mais medo e ansiedade para começar a escrever. Não importa o que impediu você de trabalhar na sua história até agora. O importante é que neste exato momento você está determinado a deixar suas desculpas de lado e colocar a mão na massa.

4. Dê um passo de cada vez

Pare de pensar quantas páginas você ainda precisa produzir para concluir sua história. Durante suas sessões de escrita, se concentre simplesmente na cena em que você está trabalhando naquele momento. Ao invés de pensar “ainda falta muito para eu terminar de escrever meu livro” pense “hoje eu só preciso terminar de escrever esta cena”. Para dar conta de projetos longos e complexos, foque sua energia em cada etapa do processo de criação.

5. Escute sua Resistência

Se nenhuma das dicas anteriores funcionar, preste atenção nas desculpas que você inventa para não escrever. Provavelmente são pensamentos do tipo “esse livro vai ficar uma porcaria”, “essa história precisa ficar perfeita”, “quem eu penso que sou para escrever um livro”, “vão achar que eu sou um babaca quando lerem isso aqui”. Se você acredita que essas justificativas são suficientes para você desistir, então pare de sofrer e desista. Caso contrário, chega de manha e vamos começar a trabalhar.

Como tratar da candidiase

Candida albicans é o nome do fungo que provoca a candidíase. Ela é mais comum em mulheres, devido ao fato de a vagina ser úmida e ter de viver escondida e apertada em tecidos e cheirinhos sintéticos que não a permitem respirar. Candidíase aparece com maior facilidade um pouco antes da menstruação, quando a vulva fica ácida, ou em casos integrados de má alimentação, imunidade baixa e estresse.
Pelo menos uma vez por semana, alguma mulher me procura para dizer que está com candidíase e pedir ajuda e indicação através de um tratamento alternativo. Isso é muito complicado, porque, como tenho repetido, ao contrário da medicina ocidental, no conhecimento popular ou integral, cada ser humano é analisado individualmente, recebendo tratamento diferenciado, de acordo com suas histórias, memórias e dores físicas e emocionais. Por isso, este texto não pretende ser técnico, mas um convite ao autoconhecimento, sobre as emoções que levaram a sua vagina a manifestar uma infecção de Cândida.

feminino, em grande maioria). Quando o fungo toma a vulva, é preciso deixá-la respirar, abandonar a calcinha, dar um tempo do açúcar na alimentação (o fungo se alimenta de sacarose) e fazer uso de antibióticos específicos via oral ou tópica, como pomadas. No entanto, a candidíase pode ser recorrente e virar uma companhia desagradável por meses e até anos, situação com a qual muitas mulheres “aprendem a conviver”: algumas já até me relataram que não viajam sem o tal antibiótico na mala ou que já n

a é quando o sistema imunológico, responsável pelo controle do Candida, é prejudicado. Nestes casos, o fungo pode se espalhar.

Com o crescimento e aumento da área de ação e da força do fungo, aumentam também as chances de ocorrerem lesões por candidíase na boca, nas bochechas, na língua e nas gengivas. Também é preciso considerar o fato de que há diversos outros pequenos germes que vivem ali.

na, levando a uma infecção. Entre os fatores que podem auxiliar essa reprodução estão o uso contínuo de antibióticos (pois alteram os níveis de bactérias protetoras dos sistemas do corpo), gravidez e diabetes.

Mesmo hábitos até certo ponto comuns e que parecem inofensivas podem levar ao desenvolvimento da doença, como deixar a calcinha secando no banheiro. Muitas mulheres lavam a roupa íntima durante o banho e a deixam secando no cômodo. Essa humidade propicia a reprodução dos fungos. Mulheres que compreen

o fará diversos testes para, então, passar o tratamento. Normalmente, os ginecologistas prescreverão pomadas e antifúngicos para lidar com a infecção. Lembre-se que prevenir a candidíase é mais fácil e menos incômodo do que ter de tratá-la.

Busque sempre deixar a área da vagina seca, não ficando com roupas molhadas por muito tempo, por exemplo. No verão, é normal voltar da praia e ficar com a roupa de banho. Isso pode, além de influenciar o funcionamento da bexiga, vir a gerar candidíase. Durante o inverno, procure sempre usar calcinhas de algodão, que facilitam a respiração da pele e não esquentam tanto. Roupas apertadas também não são indicadas.

Os médicos ainda dizem que é interessante doginal que não me deixava. A coceira, queimação e inchaço dos meus lábios vaginais eram simplesmente insuportáveis. Eu comprei vários tratamentos isentos de receita, incluindo Monistat creme para diminuir os sintomas. Enquanto funcionou, inicialmente, eventualmente, as coisas se deterioraram e me deixaram com uma Infecção ainda pior do que antes. O mesmo vale para os antibióticos que tomei com o conselho do meu médico. Eu me senti horrível. Depois de fazer algumas pesquisas on-line, achei que eu tinha uma Infecção fúngica e comprei o seu programa. Os resultados foram quase instantâneos. Em menos de 7 horas, senti um alívio enorme. Duas semanas mais tarde e fiquei completamente livre da coceira vaginal insuportável, queimadura, inchaço e corrimento. Usando seus métodos, mantive minha Infecção fúngica crônica longe desde então …” Não há mais drogas ou medicamentos sem receita para mim.

Muito obrigado, Linda!”

Para maiores informações entre em http://candidiasetratamento.com.br/

 

Aprenda a fazer bolo no pote

1/4 de xícara de avelãs;
300ml de água que você beberia;
2 colheres de sopa de biomassa de banana verde;
3 colheres de sopa de cacau em pó;
1 colher de sopa de manteiga de cacau (pode ser manteiga de coco ou óleo de coco, macadâmia ou outro de sua preferência);
4 gotinhas de essência de baunilha (opcional);
Açúcar a gosto.

Modo de preparo


1) Deixe as avelãs de molho em água limpa de um dia para outro (pelo menos 6 horas*);
2) Aqueça os 300ml de água até quase ferver;
3) Em um liquidificador, processe as avelãs com 1/3 da água quente, até que vire uma pastinha. Vá acrescentando o restante da água aos poucos, até obter o leite;
4) Com a ajuda de um coador fino ou de um tecido, coe o leite e guarde o resíduo para outras receitas;
5) Despeje o leite e os demais ingredientes em uma leiteira e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até que a manteiga se derreta por completo e que a biomassa se dilua e comece a engrossar o caldo;
6) Quando o leite estiver mais grossinho, é só servir e ser feliz.

Observação:
*Caso não queira esperar esse tempo, “cozinhe” as avelãs por uns 15 minutos em água fervente até que amoleçam bem, porém, desta forma elas perderão um pouco da qualidade.

Juntas, extrapolaram as barreiras e limitações pessoais e profissionais e com persistência e foco viraram empresárias com um irrisório investimento de R$ 300 inicial.

Investiram em bolo de pote gelados em potes individuais. O valor de cada unidade vendida varia entre R$ 8 e R$ 10 e os sabores são diversos, podemos citar os de abacaxi, bombom, morango, churros (hummmm), merengue, mousse de chocolate, leite ninho, pistache, prestígio, entre outros mais.

Adriana Borges contou ao portal G1 que sempre foram, ela e sua irmã, atraídas por ter um negócio próprio. “Temos várias pessoas na família que trabalham com gastronomia. Nossa mãe faz bolos divinos e nosso pai é um super cozinheiro. Minha avó, a Dona Elci, na década de 70 foi uma grande confeiteira e fazia sucesso na cidade com seus bolos, doces, bombons e salgados. Acreditamos que é de família esse gosto pela cozinha e por desenvolver algo novo para o mercado”, falou.

Ela disse ainda que Uberlândia, cidade onde moram, o Bolo de Pote que elas fazem é uma novidade e isso cativou e fidelizou seus clientes. Olha que legal!! Elas estudaram seu mercado e viram oportunidades nesse negócio. Já despontam como empreendedoras.

“Decidimos fazê-lo de maneira diferente, ou seja, com menos massa, mais recheio e mais cobertura. O resultado é um produto cremoso, com sabor suave e menos doce”, afirmou Adriana.

Documentos pessoais para matrícula
• Cópia legível de documento oficial que contenha o nº do RG e CPF do estudante;
• Cópia legível de documento oficial que contenha o nº do RG e CPF do responsável, quando se tratar de menor de 18 anos, de acordo com o pré-requisito do curso;
• Cópia da certidão de nascimento ou casamento;
• Cópia legível do comprovante de endereço de forma atualizada (últimos 03 meses) podendo ser tarifa de água, luz ou telefone, etc.;
• Comprovante de escolaridade: certificado ou diploma ou histórico escolar ou atestado escolar atualizado, de acordo com o pré-requisito do curso.

OBS: As cópias devem estar acompanhadas da via original para conferência no ato da matrícula.

Para conhecer mais sobre o assunto, visite: http://www.segredobolonopote.com.br/

 

Como Escrever um Livro Rapidamente

1. Tome uma fabulosa ideia
Crepúsculo coverIf você quer escrever um livro de sucesso, é quase impossível exagerar a importância do seu conceito. Stephenie Meyer escreve perfeitamente boa, competente prosa -, mas sua idéia da história (garota comum se apaixona pela sexy vampiro), virou livro em um fenômeno cultural. Dan Brown, Stieg Larsson, de Stephen King são todos semelhantes: digno escritores abençoado com deslumbrante ideias de textmachine.

Agentes de saber isso e não importa o seu gênero – uma premissa forte é essencial para a venda de um livro. Dado quaisquer dois termos semelhantes manuscritos, agentes quase sempre escolher aquele com o sttongest conceito central.

Então, como você pode obter o seu gênio ideias?A resposta simples é que você provavelmente já tem. Seu assassino idéia pode ser germinar na sua cabeça, no momento, pode surgir a partir de uma paixão de vocês; ele pode sair de um livro que você ama.

Não é sobre a semente da idéia. É como você desenvolveu isso que conta.

Temos um vídeo brilhante gratuito nas ideias.

Nós dizemos a vocês por idéias importa tanto. Podemos testar se a sua ideia é boa o suficiente. E nós vamos mostrar a você como fazer melhor as suas ideias, mais forte e mais comercializável.

2. Construir-se uma intensa trama
Complô para explodir o mundo? Que vou fazer.O próximo grande essencial para qualquer romancista é uma história que simplesmente força o leitor a manter virando as páginas – e, felizmente, há regras definitivas sobre como conseguir isso. Os três crucial regras são:

A) Dar o protagonista de um grande desafio da vida muito cedo no livro e não resolver as coisas até o fim.

B) certifique-se que o risco aumenta. Por último trimestre ou de terceiro de seu romance, o protagonista tem a sensação de que tudo depende do resultado que se segue.

C) Se um capítulo específico não avançar a história de uma maneira específica, você tem que eliminar esse capítulo.

Parece simples? Bem, na verdade, os princípios não são tão difícil de entender, apesar de executar o aconselhamento pode um pouquinho mais complicado. Entretanto, sugiro que você vá para o assunto em um pouco mais de profundidade através do nosso principal plotagem conselhos, úteis para o acompanhamento conselhos e blogueiro convidado, Gary Gibson magnificamente iluminando sugestões sobre o que fazer quando você acertar um problema.

3. Próximo ingrediente: uma inesquecível personagem ou dois
Muito tempo depois, o leitor tem esquecido os detalhes de uma parcela, as chances são de que vai se lembrar da personagem que impeliu a isso. Duas coisas que você absolutamente tem que ter em mente ao construir seus personagens são:

A) certifique-se de que o caráter e a história de rejeição fora de si de maneiras interessantes. Assim, se, para tomar um estúpido exemplo, o seu personagem tem um grande medo de aranhas, as chances são de que a sua história vai ter a força de seu personagem para enfrentar os medos. Você tem que levar o seu personagem em sua zona de maior desconforto.

B) certifique-se de que você realmente, realmente saber o seu personagem. Afinal, é raramente as grandes coisas que fazem com que um personagem chiar com a vida (Amy é uma versão de 32, magro, de olhos azuis, varejo comprador – quem se importa?). São as pequenas coisas que fazem ela parecer humano (Amy tem uma paixão por Manhattan no inverno; ela caiu de um cavalo quando ela tinha 12 anos; ela recolhe um shell a partir de cada praia, ela já visitaram.) Se você deseja verificar se você conhece bem seu personagem o suficiente, nós sugerimos que você use a nossa última personagem builder.

Mais uma coisa, o que importa é onde você coloca a sua câmara. Você escreve na primeira pessoa? A terceira pessoa? Você tem um ponto de vista ou dois ou dez? Estes podem ser bastante complicados problemas e nós fortemente recomendamos que você confira este item em pontos de vista. Também (e isto é um pouco mais avançado) fazer check-out de Emma Darwin, sábios conselhos, sobre psíquica distância. (Emma é um dos nossos multa editores, mas esta página é a partir de seu próprio site, não o nosso.)

4. Não se esqueça de dar o seu personagem de alguma vida interior
Um dos problemas mais comuns que vemos é quando um personagem faz e diz todas as coisas certas … mas o leitor nunca sabe realmente o que ele ou ela pensa ou sente.

Se você não criar essa percepção sobre o caráter do textmachine, o livro vai deixar de participar o seu leitor, porque o que a visão é a razão por que as pessoas lêem. Afinal, se você só quer ver explosões, você vai ir e assistir a um filme de james Bond. Se você quer sentir como é ser o James Bond, enquanto as coisas estão indo bang, então você não tem alternativa, mas ler os romances.

Este personagem insight é uma das coisas mais simples para um romancista para fazer. Você só precisa lembrar-se de que o seu protagonista tem um rico mundo interior – e você precisa informar-nos sobre ele. Não apenas o bland coisas do cotidiano (“Mike sentiu fome, então ele se sentou para comer”), mas as coisas que o tornam único e diferente. Obter mais interior mundano conselhos.

5. Dramatise, dramatise, dramatise!
Seu trabalho como escritor é mostrar a ação se desenrolando na página, os leitores não querem apenas um terço da mão de relatório do que apenas aconteceu. Isso significa que você precisa dizer o momento por momento, como se estivesse testemunhando o evento. Considere a diferença entre este:

Ulfor viu o descendente espada apenas em um borrão de prata e negro contra o céu. Ele gira seu ombro, em um esforço para escapar, na esperança de que a armadura na sua volta seria orientar a lâmina de forma inofensiva de distância. Mas o espadachim acima, um moreno pouco troll com os dentes amarelos e cuspir um sorriso, foi muito rápido, muito ágil .. [etc. Esta forma de narração é conhecido como “mostrando”]

Como criar uma página no Facebook para sua empresa

Como criar uma página no Facebook para sua empresa

As páginas no Facebook são importantes ferramentas de comunicação de uma empresa, projeto ou iniciativa com seus respectivos públicos. Na maior rede social do mundo, você pode ter uma página exclusiva e convidar usuários para receberem suas atualizações.

É possível criar páginas relacionadas a diversos conteúdos. Você poderá construir uma página para sua empresa com o objetivo de promover ofertas de seus produtos e serviços. Uma página artística de sua banda, por exemplo, poderá ser criada para compartilhar conteúdo com seus fãs. Se você é proprietário de um site, utilizar uma página para disseminar conteúdo na rede social é uma iniciativa interessante para aumentar o número de acessos.

O mundo está no Facebook!

Essa enorme capacidade de interação e a massiva quantidade de usuários ativos, faz do Facebook, um poderoso veículo para ampliar negócios, aumentar lucros e estar em contato diretamente com seu público. Ou seja, o mundo inteiro está conectado nessa rede, inclusive os seus potenciais clientes. E se todo mundo está lá, você também precisa marcar presença criando uma página para o seu negócio!

Como criar uma página no Facebook?

Todo o processo de criação de uma página oficial no Facebook é bastante simples. Certifique-se apenas de ter as informações básicas sobre seu negócio em mãos, já que seguiremos agora um passo a passo bem didático!

Passo 1: Acesse http://www.facebook.com/pages/create.php

Passo 2: Em “Criar uma página para”, escolha entre: “Negócio local”, “Marca, produto ou organização” e “Artista, banda ou figura pública”. Dentro dessas opções você poderá especificar a sua página, informando se o artista é um músico ou um humorista, por exemplo, e se o negócio é na área de educação ou saúde e beleza;

Passo 3: Dê um nome à sua página em “Nome da página”;

Passo 4: Confirme que você é “o representante oficial desta pessoa, deste banda ou deste produto”, só é possível criar a página se você for representante;

Passo 5: Clique em “Criar uma página oficial”. Você terá que confirmar a criação da página clicando em “Criar página”.

Depois desses cinco passos a sua página já estará criada no Facebook. Essa página é diferente do perfil normal, o usuário pode recomendar e comentar. O próximo passo é configurar a sua página oficial.

Passo 6: Carregue uma foto.

Passo 7: Clique em “Editar página”, uma segunda página com opções de configurações abrirá.
Em “configurações” você poderá definir restrições para o acesso da sua página. Além disso, ao clicar em “aplicativos” opções de vídeos, links, fotos, notas, críticas, eventos e quadro de discussões estarão disponíveis para escolha. Se você quiser descobrir como a sua página oficial está sendo vista, clique em “Todas as informações de página”, assim, será possível ver a interação dos fãs e o resultado de campanhas feitas.