Rate this post

O Pilates é uma prática acessível a qualquer pessoa, de qualquer idade, pois respeita as capacidades e busca atender à necessidade individualcom o corpo de 21.

Todos os movimentos são feitos com precisão e rigor técnico e principalmente com propósito.

Como já dissemos, uma das principais vantagens do método é que ele pode ser praticado por todos: mulheres e homens, atletas e sedentários, pessoas saudáveis ou com alguma patologia.

Mas não só.

O Pilates também beneficia as pessoas que não podem realizar outros tipos de atividade, como idosos, gestantes, crianças e quem tem lesões musculares ou ósseas.

Para idosos, por exemplo, é normal que, com o avanço dos anos, haja perda da massa muscular e óssea, assim como aumento da gordura corporal, dos problemas cardíacos, respiratórios e de eventuais problemas de incontinência.

As quedas passam a ser mais frequentes e não são raros os quadros de depressão na terceira idade.

Pode parecer exagero, mas não é: o Pilates pode evitar e tratar tudo isso de uma vez só.

Assim como atua na recuperação do tônus e flexibilidade muscular, bem como no movimento seguro das articulações, o Pilates reforça o equilíbrio de seus praticantes, fatores fundamentais para fortalecer a saúde do corpo e evitar quedas.

Além de todo o trabalho corporal, a prática estimula o bem-estar mental dos idosos, aumentando sua autoestima e a sensação de serem capazes de realizar exercícios físicos e as atividades regulares do dia a dia.

Citando um outro benefício do Pilates, lembramos do equilíbrio, que é uma das várias funções do corpo humano que compreende a interação de três sistemas perceptivos: o vestibular, o proprioceptivo e o visual.

Concluímos então que o Pilates é uma atividade física que oferece os mais diversos tipos de benefícios, seja para qualquer idade ou qualquer que seja o objetivo.

O método sempre pode alcançar mais do que apenas o objetivo proposto, pois oferece muitos ganhos para quem o pratica.

Pilates Emagrece? Mito ou verdade?

Essa é uma pergunta muito frequente dentro dos Studios de Pilates, por alunos já praticantes e por pessoas que estão pensando em adotar o Método como forma de emagrecimento.

Se o Pilates emagrece ou não, vai depender muito da forma como ele será ministrado durantes as aulas, porém devemos lembrar que como atividade física, ele sempre terá um gasto energético considerável.

Uma das frases de Joseph Pilates que se encaixa muito bem nesse contexto é a que ele diz “Não interessa o que você faz, e sim como você faz”.

Associado com a prática de Pilates, também é necessário em conjunto um programa aeróbico, assim como uma dieta balanceada para que os efeitos na balança comecem a surgir de forma mais rápida e eficaz.

Com a prática do Método Pilates, o aluno tem seu metabolismo acelerado pois os órgãos internos são estimulados e estes melhoram nosso funcionamento de modo a ficar mais rápido às respostas do organismo.

Algumas mudanças no corpo podem ser notadas com o início da prática de Pilates.

Dentre elas podemos citar o fortalecimento dos músculos das pernas e dos braços, assim como um estreitamento no diâmetro da cintura e modelação do glúteo.

Todas essas mudanças positivas no corpo não necessariamente indicam que o indivíduo emagreceu, contudo, pesam no fator psicológico, que por si também influencia no fator emagrecimento.

A intensidade da aula e a periodização do treino são os fatores fundamentais para definir o emagrecimento na aula de Pilates.

Se a aula for inteiramente dedicada à apenas perda de peso, o aluno pode chegar a eliminar até 420 calorias em uma só sessão se a mesma for de alta intensidade.

O instrutor de Pilates, no entanto, tem um papel muito importante na hora de elaborar o plano de aula, e o conteúdo a ser ministrado, assim como motivar seu aluno com dedicação e determinação, propondo a cada aula novos exercícios, para que o aluno se sinta desafiado a cumpri-los.

Cabe ao instrutor que queira utilizar a aula de Pilates com o intuito de perda de peso, se utilizar ainda de acessórios e materiais tais como as tonning balls, e também os pesos livres, trabalhando a musculatura do corpo de forma integral e fluida.

Lembrando que alguns destes acessórios não foram criados por Joseph Pilates, mas sem dúvida auxiliam muito se o alvo for emagrecimento.

A meta será sempre para que o aluno consiga ver resultados após determinadas sessões.