Rate this post

pompoar na gravidez

Quando estava grávida da minha primeira filha, questionei-me acerca da elasticidade futura e tonus dos músculos da minha vagina e até da largura que ela iria atingir depois de por lá passar uma criança ainda por cima com o uso da episiotomia.

Depois da minha pesquisa, encontrei na internet informação preciosa sobre este tema.

Encontrei inclusivé um site, de seu nome, EU, MULHER, que forma as mulheres no sentido de elas em casa poderem praticar pompoarismo.

Segue um texto que retirei do site acima mencionado, que refere o tema que quero abordar de maneira mais completa.

Gravidez e Parto
A gravidez e o parto são as principais causas e factores de risco de enfraquecimento da MPP. Na gravidez, o maior peso intra-abdominal pressiona significativamente a MPP distendendo-a e debilitando-a, chegando ao máximo no momento do parto natural, quando o bébé passa através dela. O enfraquecimento agrava-se ainda mais após uma episiotomia (incisão efectuada na região do períneo – área muscular entre a vagina e o ânus) para ampliar o canal de parto e prevenir que ocorra um rasgamento irregular durante a passagem do bébé. Outros factores, são o peso do bébé, o perímetro craniano do bébé, o aumento de peso da grávida e se já fez mais que um parto.
Por vezes, os efeitos de enfraquecimento da MPP aparecem muitos anos depois do parto. Não se deve realizar exercícios abdominais prematuros a fim de recuperar a silhueta, até que a MPP esteja recuperada.

Prolapsos, transtornos graves que requerem a intervenção cirúrgica
Prolapso uterino, da bexiga (cistocele) e do recto (rectocele).

Redução da sensibilidade sexual e perda de qualidade nas relações sexuais
Provocadas pela flacidez vaginal e debilidade da MPP.”

Como os exercícios desenvolvem o controle da musculatura vaginal, eles podem ajudá-la no trabalho de parto normal, o que tem atraído cada vez mais as futuras mamães. Há quem acredite que também ajuda a reduzir o tempo de trabalho de parto, mas onde esta técnica ajuda mais é no momento de expulsão, porque a musculatura vai estar mais ativa, forte e coordenada.

Depois do nascimento do bebé, a técnica também traz benefícios para as mães, que muitas vezes se queixam que depois de um parto normal a musculatura fica mais flácida, o que também pode trazer problemas como a queda de bexiga e útero e incontinência urinária. Este método pode deixar a vagina menos flácida, fazer com que o tónus fique melhor e ajudar na recuperação.

Seja antes do parto ou depois é sempre importante haver um acompanhamento de um especialista pois em alguns casos, como os de pacientes com dilatação no colo do útero, pode ser desaconselhado. O prazo para voltar a praticar o pompoarismo é, normalmente, o mesmo que os médicos dão para que as mães retomem os exercícios.

Benefícios do pompoarismo
Alguns benefícios que o pompoarismo apresenta incluem:
Maior prazer sexual, pois as contrações feitas durante a relação sexual aumentam a estimulação sexual;
Melhoria dos resultados sexuais, tanto nos homens como nas mulheres pois a técnica fortalece os músculos do assoalho pélvico;
No homem, aumenta a pressão sanguínea dentro do pênis, potencializando a ereção;
Na mulher, auxilia no tratamento e prevenção da incontinência urinária, melhora a função sexual e ajuda no tratamento e prevenção da continência fecal.

Malhação íntima
E não pense que a ginástica vaginal é coisa de outro mundo. Com um pouco de persistência e treino é possível manter-se saudável e surpreender o parceiro a cada relação. “Em um curso com duração de quatro horas, a mulher aprende toda a técnica, trabalha a auto-estima e esclarece suas dúvidas”, informa Stella.

A freqüência dos treinos deve ser diária e a duração dos exercícios deve variar em torno de meia hora, 15 minutos pela manhã e 15 à noite. Durante o dia, a professora recomenda que a mulher faça contrações, ou seja, aperte e relaxe a musculatura vaginal diversas vezes. “Com este exercício ela vai sentir a diferença, em poucos dias, para melhor”, assegura.

 

Para saber mais acesse: http://cursosonline24horas.com/curso-de-pompoarismo/