Rate this post

Saiba mais sobre a azia, problema muito comum no Brasil
Segundo um especialista, ela está associada a pessoas com excesso de peso e também à gravidez

Segundo o médico Bruno Sander, a relação entre azia e sobrepeso existe porque ao comer em demasia gera-se um aumento da pressão no estômago, ocasionando o aparecimento do refluxo. “O excesso de gordura corporal, em particular na zona do abdômen aumenta a pressão nessa região, o que, por sua vez, causa um aumento na pressão no estômago. Esta pressão empurra o músculo do esfíncter entre o estômago e o esôfago, forçando-o a se abrir”, esclarece o especialista.

É comum também o surgimento desse refluxo no início ou durante a gravidez. O especialista esclarece que isso ocorre porque a placenta produz o hormônio progesterona, que relaxa a válvula que separa o esôfago do estômago, fazendo com que os ácidos gástricos que participam da digestão acabem subindo, causando a sensação desconfortável de azia. “A progesterona também diminui o ritmo das contrações naturais do estômago, deixando a digestão em geral mais lenta. Além disso, o aumento do útero comprime o estômago de baixo para cima,

O tratamento do problema pode até incluir o uso de medicamentos, mas só isso não funciona. O método mais eficiente contra a queimação no estômago é a mudança de hábitos tanto em relação à dieta quanto à forma como os alimentos são consumidos. Mastigando bem os alimentos, por exemplo, você facilita o trabalho do estômago, que pode produzir menos ácido”, diz Bruno Sander.

Apesar de o estômago ter um revestimento que o protege do ácido, o esófago não tem. É por isso que os ácidos gástricos quando sobem queimam, às vezes de tal maneira que pode pensar que está a ter um ataque cardíaco.

O que provoca a subida dos sucos gástricos?
É aquele ataque devorador ao frigorífico, a principal causa mais vulgar. Mas é claro que não é a única. Infelizmente, há pessoas que sofrem de azia mesmo sem comer daquela maneira. Em atenção a todos esses sofredores e também aos outros quase “merecidos” sofredores, que precisam de perceber um pouco mais sobre o a razão de termos azia e quais os melhores remédios caseiros para a combater, que propomos este artigo.

Consulte dicas adicionais de como tratar a acidez no estômago com produtos naturais e saiba ainda o que é como tratar e prevenir o refluxo gastro-esofágico de forma natural.
Algumas dicas para prevenir e combater o aparecimento da azia:

Não exagere na quantidade de comida:
Os ácidos gástricos podem ser empurrados à força para o esófago se houver muita comida na barriga. Coma mais e empurrará ainda mais ácido. Há muitas causas para a azia, mas a dos sofredores ocasionais deve-se normalmente ao facto de comer muito e depressa de mais.

Não se deite se estiver com azia:
Sim, sente-se pessimamente, e incentivado a deitar-se. Não faça isso! Se o fizer, a gravidade estará contra si. Mantenha-se direito, e os ácidos gástricos terão a tendência para ficarem no seu estômago. A água não corre para cima e o ácido também não. Quando se deitar, levante um pouco a cabeceira da cama por meio de um calço na zona da cabeça. Manter a cama inclinada desencoraja o regresso da azia.

Saiba mais sobre as dores no estômago – sintomas, causas e dicas caseiras para aliviar este problema.
Tome um antiácido:
Um antiácido comercializado, tal como Maalox ou Vingel, costumam produzir alívio rápido a azias ocasionais.

PORQUE É QUE ESTES SINTOMAS ME INCOMODAM?
Num estômago feliz existe um equilíbrio entre os sucos gástricos e o muco gástrico. Os ácidos gástricos dão início ao processo digestivo contribuindo também para eliminar micróbios ingeridos com os alimentos. Em simultâneo, o muco gástrico protege as paredes do estômago da ação dos ácidos gástricos. Se houver uma produção excessiva de ácido gástrico, o equilíbrio natural do estômago é afetado, resultando na sensação de ardor.

A azia é o resultado do refluxo do conteúdo ácido do estômago (incluindo o ácido gástrico) para o interior do esófago. Normalmente, o esófago está bem protegido da ação do ácido gástrico pelo esfíncter, um músculo constritor localizado na extremidade superior do estômago. No entanto, o relaxamento do esfíncter pode levar à regurgitação dos ácidos do estômago para o esófago. Quando isto acontece, o ácido gástrico irrita os tecidos sensíveis do esófago, provocando a sensação de ardor característica da azia.

Para visitar a página oficial do curso no link: http://comoacabarcomaazia.com.br/